segunda-feira, 23 de maio de 2011

Nascendo um Amor...























Que as palavras versifiquem meus sentimentos,
Que a nossa vontade nos tome,
Bebamo-la brindando o desejo,
Ter nas pontas dos dedos e nos lábios o sabor do querer,
Que dure o suficiente para ser eterno.










Amauri Jr.

sábado, 21 de maio de 2011

Vontades...





















Eu queria minha língua
Nu teu corpo.
A sensação de ser um enquanto dois,
O beijo abusado, o carinho atrevido.
Correr já não basta, eu quero galopar.










Amauri Jr.

terça-feira, 17 de maio de 2011

Destino?






Erram entre os esgotos sujos e barracos de pau
Os reis que tem a arte na ponta dos pés.
São privados, porém, até do carinho...
Crescem respirando o ar contaminado
Com o cheiro de pneu queimado.
Os olhos observam a morte, raspando a dois centímetros
Da cabeça e do peito...
Tomam banho nos rios poluídos,
Andam por entre emaranhados de armas
De diversos calibres...
Limpando, na camisa, o sangue, que suam,
Para poder mastigar o alimento em decomposição.
Enxergam, vendendo balas nos faróis,
Meninos como eles, em carros do ano.
Sonham, enfim, com a felicidade
Longe do seu lugar e perto do seu lar.  








Amauri Morais.